Paul McCartney e sua caixinha de surpresas

PaulMcCartneyPOA2017_1016_1024
imagem: Cassiano Rodka

por Cassiano Rodka

Passando pela segunda vez por Porto Alegre, Paul McCartney trouxe um show empolgante e cheio de surpresinhas. Do topo dos seus 75 anos, o músico deixou claro que tem energia de sobra em uma apresentação de três horas que poderia tranquilamente ter sido cinco.

A nova turnê traz um setlist bastante focado no repertório dos Beatles, diferentemente da anterior, que dava mais destaque aos Wings e à carreira solo de Paul. Nem por isso as canções são óbvias, e é precisamente nessas escolhas inusitadas que o músico acertou bonito. Além de alguns clássicos obrigatórios, como “Hey Jude” e “Yesterday”, McCartney tirou do baú várias surpresinhas. Para iniciar o show, o músico elegeu “A Hard Day’s Night”, faixa que ele não tocava ao vivo desde a época dos Beatles. Foi também o caso de “Love Me Do”, primeiro single da banda que ele nunca mais tinha incluído nos concertos.

PaulMcCartneyPOA2017_0981_1024
imagem: Cassiano Rodka

Já outras canções foram totalmente inesperadas, não só pelo tempo em que não eram tocadas ao vivo, mas por não serem muito conhecidas do grande público, como “In Spite of All the Danger”, que Paul explicou que teria sido a primeira música que os Beatles tocaram juntos quando o grupo ainda se chamava The Quarrymen. Do disco aniversariante “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, McCartney desencavou a lisérgica “Being for the Benefit of Mr. Kite!”, possivelmente a faixa mais improvável de se tocar daquele álbum. A música é também originalmente cantada por John Lennon, mostrando que Paul se sente cada vez mais confortável interpretando canções que não eram entoadas por sua voz. Ele inclusive fez uma sequência de músicas que não eram cantadas por ele: “I Wanna Be Your Man” (Ringo), “Something” (George) e “A Day in the Life” (John).

PaulMcCartneyPOA2017_1020_1024.jpg
imagem: Cassiano Rodka

De seus lançamentos mais recentes, McCartney escolheu os singles “My Valentine” (dedicada à Nancy, sua atual namorada), “Queenie Eye”, “New” e “FourFiveSeconds”, gravada por Paul com Rihanna e Kanye West. Na versão ao vivo, McCartney canta os vocais de Rihanna e não há espaço para Kanye. Aprovado!

No bis, os músicos surgiram no palco balançando três bandeiras: uma do Brasil, uma da Inglaterra e uma com um arco-íris. Sir Paul mandando o seu recado. Na sequência, apenas músicas dos Beatles, incluindo uma pérola quase esquecida do álbum branco: “Birthday”. Para acompanhar a canção, Paul chamou ao palco quatro meninas brasileiras que o músico já conhece de vista dos shows, pois aparecem sempre cedo e caracterizadas com roupas a la Sgt. Pepper. Quando perguntadas por Paul de onde eram, três responderam “São Paulo”, o que gerou uma vaia bairrista (aparentemente amigável). Nada que a simpatia de McCartney não conseguisse transformar em piada: “Vocês querem dizer ‘Porto Alegre’, né?”.

PaulMcCartneyPOA2017_1006_1024.jpg
imagem: Cassiano Rodka

Para encerrar a noite memorável, a banda toca a tríade clássica do Abbey Road: “Golden Slumbers/Carry That Weight/The End”, colocando todos os presentes a entoar uma das grandes frases dos Beatles “And in the end, the love you take is equal to the love you make”. Quando Paul deixa o palco, dá para sentir no ar a quantidade de amor que ele fez brotar. Torçamos para que cada um faça a sua parte e não deixe que esse sentimento desbote com o tempo e perca todas as cores que McCartney nos fez lembrar que ele tem.

PaulMcCartneyPOA2017_1035_1024
imagem: Cassiano Rodka

Paul McCartney em POA (Estádio Beira Rio, 13/10/2017)

A Hard Day’s Night

Junior’s Farm

Can’t Buy Me Love

Jet

Got to Get You Into My Life

Let Me Roll It/Foxy Lady jam

I’ve Got a Feeling

My Valentine

Nineteen Hundred and Eighty-Five

Maybe I’m Amazed

We Can Work It Out

In Spite of All the Danger

You Won’t See Me

Love Me Do

And I Love Her

Blackbird

Here Today

Queenie Eye

New

Lady Madonna

FourFiveSeconds

Eleanor Rigby

I Wanna Be Your Man

Being for the Benefit of Mr. Kite!

Something

A Day in the Life/Give Peace a Chance

Ob-La-Di, Ob-La-Da

Band on the Run

Back in the U.S.S.R.

Let It Be

Live and Let Die

Hey Jude

Bis:
Yesterday

Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band (Reprise)

Helter Skelter

Birthday

Golden Slumbers/Carry That Weight/The End

2 comentários sobre “Paul McCartney e sua caixinha de surpresas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s