Literatura

História de Maria: entreatos

História de Maria- entreatos_P2
imagem: José Calimero

Com um pé lá outro cá, de dia era Maria, de noite, era outra. Para ser mais fácil, Maria deveria ser uma só. Fincar bem os dois pés cá ou lá. “Descomplica, Maria, o mundo gira, você, fica parada.” Maria nunca se confundia, sabia onde estava, entendia a alternância de seus passos. Não nasceu assim, buscou ser assim. Outros, sim, a confundiam, com a nobre intenção de defini-la, encaixá-la, adequá-la ao dever. Afinal, a dança de Maria causava medo – a desconheciam. “Aqui está, Maria, seu kit de sobrevivência na Terra, use-o e não sofrerás.” Mas não havia nada o que fazer, pois Maria era o dançar; entre lá e cá, sempre com um de seus pés tocando o chão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s