Literatura

Rio contra o mar

Rio contra o mar.jpg
imagem: José Calimero
O que pode o rio contra o mar?
Lutar pode
Sangrar também
Perder o rumo: inevitável ser
Salgar a doçura
Frankenstein de olhos de concha
E nariz de raiz
SOS o rio se perdeu
E que bonita é a sua tormenta
Ninguém se importa não
Dá até pororoca
O mar rugindo
Rio soltando bolinhas pela garganta
resiliência de rio
Já já o mar dá respiro
O rio volta ao curso
Se refaz rio
E corre pro mar

um comentário

Deixe uma resposta para alanrubens Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s