Literatura

criptografada

por Angelina Dall’Agnol Casado

ilustração: Cassiano Rodka

sua cegueira invisível
me cria sentidos;
me ouve os gostos,
me degusta o som,
e me tateia a voz.
na ocasião
de me crescerem mãos,
me escrevo.
‘fale mais alto!’
para que volume
se tenho legendas?

-criptografada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: