Literatura

Comida

Foto: Isabel Dall’Agnol

Eu fico
babando.
Dá água
na minha boca.
E o dedo começa
a coçar a coxa,
devagar.
Eu quero.
Quero me lambuzar.
Quero um pedaço.
Quero tudo
Quero mergulhar.
Não interessa.
Seja quente.
Seja morno.
Frio ou muito,
muito quente.
Que se foda.
Eu quero me
queimar.
É gostoso.
Delicioso.
Tá valendo.
Tá doce.
Tá mole.
Assado.
Molhado.
Eu quero mesmo é
me sujar.
E sentir.
O gosto.
De me encher:
de tanto prazer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: